Categorias
Mais buscadas

Preenchimento Labial: tire as principais dúvidas sobre o procedimento

Publicado em 26/07/2019

 Consulte nossa lista de perguntas frequentes e tire suas dúvidas sobre preenchimento labial

Apesar de o preenchimento labial estar super em alta ultimamente, ainda restam muitas dúvidas sobre o procedimento. Pensando em ajudar nossos pacientes, separamos as dúvidas mais frequentes e respondemos a todas nesse post.

Confira tudo o que você precisa saber sobre preenchimento labial!

1 – Como é feito o preenchimento labial?
2 – Como acontece a aplicação do preenchimento labial?
3 – Usa anestesia?
4 – Em que região do lábio é injetada a substância?
5 – Os lábios voltam ao normal?
6 – É necessário repetir o procedimento?
7 – Dá para reverter o resultado?

1 – Como é feito o preenchimento labial?

Temporário

Existem diferentes substâncias que podem ser usadas para realizar o preenchimento labial. A melhor delas é o ácido hialurônico, já que ele é a base do colágeno que nosso corpo produz naturalmente. Sendo assim, mesmo sintético o corpo reconhece o ácido hialurônico.

Outra maneira, que também tem o benefício de não apresentar rejeição, é a técnica chamada de preenchimento com gordura autógena, retirada do próprio corpo. Depois de ser separada do culote ou da face interna do joelho, a gordura é tratada com a técnica de nanotecnologia. O ponto negativo é: por se tratar de uma “substância viva” ela sofre alteração assim como o restante do corpo. Ou seja, conforme a pessoa engorda ou emagrece, os lábios aumentam e diminuem também.

Ambas substâncias, ácido hialurônico e gordura autógena, são usadas para o preenchimento labial considerado temporário. Existem também o semipermanente e permanente, nenhum deles é recomendável, pois apresentam grandes chances de rejeição e outros problemas.

Leia também: Botox® não é apenas estético! Conheça as demais indicações

Semipermanente e permanente

Para o semipermanente podem ser utilizadas hidroxiapatita de cálcio e poli lactona. As duas substâncias podem provocar a formação de granulomas e nódulos.

Já no permanente são utilizadas substâncias totalmente sintéticas, silicones chamados de PMMA ou metacrilato. Com elas, é possível ocorrer reações imediatas ou tardias — até anos após a aplicação.

Leia também: Além da estética: aplicação de Botox para tratamentos bucais

2 – Como acontece a aplicação do preenchimento labial?

No caso do ácido hialurônico, ele já vem dentro da seringa que será utilizada na aplicação. Já a gordura autógena é colocada em uma microcânula. Após injetar, é necessário fazer uma “massagem” para modelar a substância nos lábios. Assim, evita-se assimetria.

Leia também: Clareamento Dental: saiba tudo sobre esse procedimento!

3 – Usa anestesia?

Sim, além da anestesia tópica, que inibe a dor da picada, é aplicada também anestesia local, já comumente usada em procedimentos realizados no dentista. Ela vai tirar a dor de quando os tecidos se distendem conforme a substância é injetada.

seringa sendo injetada no lábio

Leia também: Não tenha medo do preenchimento labial! Ele pode harmonizar seu rosto de maneira sutil

4 – Em que região do lábio é injetada a substância?

O local varia com a vontade do paciente. Quando o intuito é elevar os lábios, principalmente o superior que costuma ser mais fino, o produto é injetado no contorno do lábio. Já quando a intenção é dar mais volume, injeta-se no lábio, mas pela parte interna da boca.

Costuma-se fazer a aplicação também no arco do cupido, pois valoriza o aspecto geral dos lábios.

Leia também: Já ouviu falar em odontofobia? A humanização no atendimento pode tirar esse medo de você!

5 – Os lábios voltam ao normal?

Sim. Depois de, aproximadamente, um ano e meio, o ácido hialurônico já terá sido totalmente absorvido pelo corpo. No entanto, como se trata de uma substância que estimula a formação natural do colágeno, esse efeito de hidratação continua acontecendo por até três anos.

6 – É necessário repetir o procedimento?

Depois da primeira sessão, é recomendável esperar em torno de um mês — quando temos o resultado — para fazer algum tipo de ajuste, caso o paciente ache que precisa de mais volume.

Depois disso, quando o paciente deseja manter o resultado, recomenda-se manutenção a cada dois anos.

Leia também: O que pode estar te impedindo de realizar preenchimento labial é o preço. Saiba o que influencia o valor

7 – Dá para reverter o resultado?

Nos casos do preenchimento labial temporário — ácido hialurônico e gordura autógena —, sim e é mais simples de reverter. O profissional injeta uma substância que acelera a absorção que o corpo já realiza naturalmente.

Já os demais métodos, preenchimento semipermanente e permanente, só são possíveis reverter com cirurgia. O lábio precisa ser aberto para a retirada do material, o que nem sempre é possível. Além de poder gerar graves assimetrias labiais, ou seja, deformidades nos lábios.

 Leia também: Fique longe das rugas com a aplicação preventiva de botox®!

Dúvidas sobre preenchimento labial? Entre em contato, estamos esperando por você!

A Clínica Ane Bason Odontologia, desde 1999, tem atendimento de alta qualidade, através de profissionais especializados nas mais diversas áreas da odontologia e harmonização facial. Possui os recursos tecnológicos mais avançados, aliados aos materiais e instrumentais de maior renome, nacionais e internacionais.

Se você ainda tem dúvidas, fale com a gente, temos horários flexíveis para melhor atender você. Ligue pelos telefones (13) 3466-2274 | (13) 3017-9292, mande uma mensagem pelo Whatsapp ou entre em contato através do site, clicando aqui. Estamos esperando para atender você!


Ane Bason Odontologia é uma clínica odontológica localizada em Santos, com mais de 20 anos de história. Possui equipe altamente especializada em: preenchimento labial, aplicação de Botox ®cirurgia de bichectomiaclareamento dentalimplante dentário, prótese dentária, ortodontia, endodontia, periodontia, odontopediatria, odontologia estética e mais.

Você também vai gostar

Siga nosso Instagram