Categorias
Mais buscadas
Rejuvenescimento facial

Plástica Biofotônica: técnica que renova seu rosto sem dor nem picadas

Publicado em 13/11/2019

Saiba de uma vez por todas o que é a Plástica Biofotônica

Quando pensamos em voltar no tempo e apagar os sinais da idade, técnicas mais invasivas como o Botox® e o preenchimento com ácido hialurônico logo nos vem à cabeça, não é mesmo? Mas, algumas pessoas já começam a suar frio só de pensar na agulha ou na possível dor que as picadas possam causar. Outros, tem receio de ficar com a aparência modificada demais, de estranhar o resultado ou de ficar tão visível que recorreu a um procedimento estético que sua transformação vire assunto de conversa alheia.

Se você se identifica com esses casos, esse post foi feito para você.

 

1 – Entenda mais sobre a técnica

A Plástica Biofotônica  utiliza a luz gerada através de LEDS e LASERS com a finalidade de bioestimulação de fibroblastos, colágeno e elastina, tem ação analgésica, anti-inflamatória e inúmeros benefícios por meio de processos não invasivos como a laserterapia de baixa intensidade e a fototerapia. Além disso, é possível associar cosméticos fotossensíveis, que, aliados às luzes e lasers, proporcionarão resultados mais rápidos, visíveis e duradouros na sua pele.

Diferentemente da harmonização facial, onde o resultado é imediato ou aparece em poucos dias, apenas uma sessão da terapia fotônica não é suficiente. Se valer da técnica vez ou outra traz apenas um “efeito cinderela”, ou seja, em torno de 8 horas, o efeito lifting terá cessado. Então, vale lembrar, que essa técnica é um tratamento e, como tal, tem uma frequência e número mínimo de sessões, que deve ser individualizada, de acordo com o envelhecimento celular do paciente, e gira em torno de 5 a 10 sessões, normalmente.

 

2 – Quais as vantagens da Plástica Biofotônica?

  • Além de promover, de uma forma mais natural, a nutrição celular, a Plástica Biofotônica,  retarda o envelhecimento, diminuindo as necessidades de intervenções cirúrgicas precoces.
    O tratamento estimula a produção de colágeno, melhorando a flacidez e sulcos, hidrata camadas profundas da pele preenchendo linhas de expressão e rugas, além de homogeneizar toda a pele do rosto.
  • É perfeita para quem não quer sentir dores e tem medo de agulha, mas almeja uma pele mais jovem e bem tratada.
  • Pode ser feita no verão, pois não há risco na exposição solar e não descama fortemente igual ao peeling químico.
  • Por não desfigurar o rosto, como no pós operatório de cirurgia plástica ou em algumas técnicas mais agressivas de preenchimento facial ou peeling químico, o uso de lasers e leds não traz comprometimento impeditivo na vida da pessoa, permitindo que ela retome suas atividades cotidianas assim que termina a sessão.
  • Equipamentos mais modernos, como o que utilizamos em nossa clínica, acabam trazendo mais benefícios, como clarear manchas e melasmas, mesmo que o tratamento escolhido seja o lifting (tonificação) facial.
  • Pela variedade de leds e lasers utilizados na mesma sessão, alcançamos camadas mais superficiais (epiderme), médias (derme) e profundas (músculo), atuando ao mesmo tempo em diversas estruturas responsáveis pela sustentação da pele.
  • Ao ativar os fibroblastos (células responsáveis pela síntese proteica da elastina e do colágeno), também melhoramos a qualidade da renovação óssea,  mantendo ou restabelecendo um contorno facial mais jovem.

 

3 – Para quem a Plástica Biofotônica é indicada?

À todas as pessoas que desejarem obter:

  • Ação Anti-age;
  • Efeito lifting;
  • Rejuvenescimento;
  • Renovação celular;
  • Hidratação profunda;
  • Estímulo ao colágeno;
  • Retardamento do envelhecimento;
  • Melhora da flacidez e sulcos;
  • Preenchimento de linhas de expressão e rugas;
  • Clareamento de manchas e melasmas;
  • Aveludamento da cutis;
  • Diminuição do diâmetro dos poros faciais.

4 – Quais as contra-indicações?

  • Se houver câncer ativo no local da aplicação (existem outros tipos de lasers e técnicas para tratamento nestes casos);
  • Herpes ativo em fase de vesícula (nesta situação, podemos utilizar o PDT, mais conhecido como Terapia Fotodinâmica, devido à contaminação viral);
  • Gestantes.

 

5 -Como o procedimento é realizado?

Cada profissional pode desenvolver sua própria técnica e se valer de cosméticos fotoativados (ativados pela luz) ou não, durante a realização do tratamento. Mas, alguns passos são fundamentais e não podem ser deixados de lado.  A seguir, contaremos a nossa técnica:

1º passo Começamos com a ativação dos pontos de drenagem linfática facial,  remoção de maquiagem e/ou filtro solar, higienização da pele no rosto, pescoço e colo, visando remover todas as impurezas da pele, além de promover uma esfoliação adequada. Este procedimento é fundamental para a remoção da camada córnea (células mortas), correta penetração dos princípios ativos do peeling fotoativado e obtenção de um bom resultado clínico.

2º passo –  Em seguida, utilizamos no rosto do paciente os leds azuis para hidratar a pele. Os leds azuis provocam um leve aquecimento na pele, nada que incomode. Após este processo, propiciamos uma decapagem superficial, usando um sabonete glicoativo e, em seguida, o laser infravermelho, a fim de aumentar o poder de absorção do produto.

3º passo – Logo após remover o sabonete e secar a pele, aplicamos o peeling iluminador/tonificador , que leva entre 5 a 10 min para permear, deixando uma sensação de frescor na pele.

4º passoProsseguimos com a fotobiomodulação celular com leds azuis e laser infrvermelho, conjugados, em toda a face.

5º passo – O penúltimo procedimento, usando leds âmbar e laser infravermelho serve para estimular a organela ribossômica e a síntese de colágeno, além de estimular a tonicidade muscular e uma remodelação óssea de melhor qualidade.

6º passo E, finalmente, o momento da aplicação do sérum ultraconcentrado nutritivo, através de massagem com efeito firmante e um protetor solar.
Apesar de necessitar de algumas aplicações, já é possível perceber uma mudança na primeira sessão. Essa terapia oferece o que chamamos de envelhecimento sustentável, sem necessidade de cirurgias por um longo tempo.

 

6 – Manutenção

Como todo tratamento, a Plástica Biofotônica também necessita de manutenção, que pode ser realizada quinzenalmente, mensalmente ou semestralmente, de acordo com a idade e grau de envelhecimento cutâneo e muscular de cada pessoa. Temos que ter em mente que a renovação celular é um processo contínuo em nosso organismo e, as células beneficiadas com a fototerapia serão substituídas por outras, que também precisarão do estímulo das luzes para se manterem bem nutridas, com bom aporte de oxigênio e, claro, tudo o que mais queremos, mais jóvens!

 

Plástica Biofotônica em Santos – Ane Bason Odontologia

A Clínica Ane Bason Odontologia, desde 1999, tem atendimento de alta qualidade, através de profissionais especializados nas mais diversas áreas da odontologia e harmonização facial. Possui os recursos tecnológicos mais avançados, aliados aos materiais e instrumentais de maior renome, nacionais e internacionais.

Se você ainda tem dúvidas, fale com a gente!

Temos horários flexíveis para melhor atender você. Ligue pelos telefones (13) 3466-2274 | (13) 3017-9292, mande uma mensagem pelo Whatsapp ou entre em contato através do site, clicando aqui. Estamos esperando para atender você!


Ane Bason Odontologia é uma clínica odontológica localizada em Santos, com mais de 20 anos de história. Possui equipe altamente especializada em: preenchimento labial, aplicação de Botox ®, cirurgia de bichectomiaclareamento dentalimplante dentário, prótese dentária, ortodontia, endodontia, periodontia, odontopediatria, odontologia estética e mais.

 

Gostou do tema? Então assita o vídeo que a Dra Ane Bason gravou sobre este assunto:

Siga nosso Instagram